ADs

Livros dos Obamas São da Companhia das Letras


O presidente da Penguin Random House, Markus Dohle, anunciou hoje que todas as editoras do grupo no mundo irão publicar numa operação coordenada os livros do ex-presidente Barack Obama e da ex-primeira-dama Michelle Obama. Em cada território, os livros seguirão um plano de publicação e um calendário de lançamento próprios. No Brasil, os livros serão publicados pelo Grupo Companhia das Letras em data ainda a ser confirmada. Os direitos de publicação mundial foram adquiridos pela Penguin Random House no mês passado.

Além dos Estados Unidos e do Canadá, onde os livros sairão pela Crown, está confirmada a publicação das obras em outros territórios de língua majoritariamente inglesa: Reino Unido, Índia, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul, pelo selo Viking.

O grupo editorial Penguin Random House confirmou a publicação das edições em espanhol, português e catalão em uma ação envolvendo países de dois continentes, incluindo Brasil, Espanha, Chile, Colômbia, México, Peru, Uruguai e Portugal. Os Estados Unidos também contarão com uma edição em espanhol. Na Alemanha, as edições sairão pela Verlagsgruppe Random House, que também pertence ao grupo Bertelsmann e é comandada por Markus Dohle.

“As equipes da Penguin Random House em todo o mundo incluem os mais respeitados e talentosos editores da indústria do livro e, juntos, esperamos potencializar nossa profunda experiência e alcance editoriais para oferecer ao casal Obama leitores e uma plataforma globais”, afirmou Markus Dohle.

Luiz Schwarcz, publisher do Grupo Companhia das Letras, coordenará as edições brasileiras. “A Companhia das Letras é guiada por valores essenciais: promover uma perspectiva ampla do mundo e dar voz à diversidade da experiência humana. Para nós, publicar os livros de Barack Obama e Michelle Obama será uma honra e uma missão, em um país que necessita de mensagens esclarecedoras. Vamos assegurar, com verdadeiro senso de dever, que os livros alcancem o maior número possível de leitores brasileiros”, afirmou Luiz Schwarcz.

Ler é Mais

Lorem ipsun