ADs

Lançamentos de Março da Gryphus

Ciência do Ser e Arte de Viver - Maharishi Mahesh Yogi
O Conhecimento Védico da Índia tem sido a fonte de visão, inspiração e iluminação para a humanidade por incontáveis gerações. Ciência do Ser e Arte de Viver de Maharishi Mahesh Yogi é a expressão moderna desta antiga sabedoria, apresentada com excepcional clareza, precisão e profundidade.
Aqui, Maharishi apresenta a técnica simples, natural e sem esforço da Meditação Transcendental, que é a “tecnologia da consciência” para experimentar diretamente o campo do Ser, o campo transcendental de existência, o Ser interior de todas as pessoas. Por meio da técnica da Meditação Transcendental qualquer pessoa pode facilmente aproveitar os tesouros ilimitados deste campo do Ser – infinita felicidade, energia, criatividade, inteligência e poder organizador – trazendo sucesso máximo e realização à vida diária.

Tira-teimas da Língua Portuguesa - J. Milton Gonçalves
Se o título desta obra fosse Dicionário de dúvidas de linguagem não seria nenhum exagero, já que aborda centenas de problemas da língua portuguesa – rigorosamente em ordem alfabética –, tornando-se uma obra de referência muito prática e com uma didática bem descontraída.
Na seção Questões vernáculas, o leitor vai encontrar coisas insuspeitas: vai perceber, por exemplo, que a locução lava jato e o termo lava-jato são modelos sem identidade linguística, apesar de serem formas amplamente difundidas pela nossa imprensa. Mais pasmado vai ficar ao descobrir que lírio do campo não tem hífen, quando a regra (segundo o novo acordo) diz que palavras compostas designativas de espécie botânica, como lírio-do-mar, lírio-do-brejo, lírio-das-pedras, lírio-do-vale, lírio-da-serra e lírio¬-roxo-do-campo grafam-se com hífen.
O capítulo Acidentes de redação mostra palavras mal-empregadas ou desnecessárias que tornam a comunicação hilariante, como neste caso: “Antes de morrer, Cristiano Araújo fez um seguro de vida beneficiando seus familiares”.
Os 150 pecados capitais da língua portuguesa representam um dos itens mais práticos e interessantes do livro. Nele estão os erros mais comuns provocados pela falta de conhecimentos básicos, como nestes passos: “O mal cheiro estava insuportável”. “Houveram muitas reclamações”.
Os anglicismos – palavras, locuções ou construções da língua inglesa, empregadas em nosso idioma – constituem um dos pontos altos deste manual, tanto pelo grande número de termos registra¬dos quanto pela orientação correta da grafia, uso e pronúncia. Tudo fundamentado nos melhores dicionários britânicos e americanos da atualidade.
Compre: Amazon, Saraiva

Ler é Mais

Lorem ipsun