ADs

Intrínseca Apresenta Toda Luz que Não Podemos Ver, de Anthony Doerr

A editora Intrínseca apresentou em seu blog o livro de memórias de Anthony Doerr, Quatro Estações em Roma, que fala sobre o ano que passou na Itália escrevendo.

Anthony Doerr é vencedor do prêmio Pulitzer pelo trabalho em seu quinto livro Toda Luz que Não Podemos Ver, também lançado no Brasil pela Intrínseca. 

O novo livro chega nas prateleiras no dia 06 de Março.


“Como sempre acontece quando se está longe de casa, são os detalhes que nos fazem sentir deslocados.” Assim Anthony Doerr, autor do premiado Toda luz que não podemos ver, descreve a sensação de se mudar inesperadamente do interior dos Estados Unidos para Roma, com os filhos e a esposa. Doerr passou um ano na Cidade Eterna após receber um prêmio da Academia Americana de Artes e Letras, o Rome Prize, que incluía ajuda de custo, um apartamento e um estúdio para escrever na Itália.

As recordações desse período estão em Quatro estações em Roma, livro de memórias que chega às livrarias em 6 de março. O estranhamento de Doerr diante de mínimas situações, as dificuldades de adaptação ao lado da esposa, as surpresas com a língua italiana em meio à tentativa de escrever um novo romance — Toda luz que não podemos ver, lançado sete anos mais tarde e que rendeu ao autor o Pulitzer de ficção — fazem parte das experiências narradas na obra.

Quatro estações em Roma traz um relato íntimo e bem-humorado sobre a experiência de viver em uma cidade mundialmente conhecida por sua arquitetura e sua história.

Ler é Mais

Lorem ipsun