ADs

Lançamentos de Outubro da Globo Livros

Mas Você Vai Sozinha? - Gaía Passarelli
Mulheres que viajam sozinhas com certeza já ouviram essa pergunta. Seja em outro continente ou na cidade vizinha, é sempre um ato de coragem decidir conhecer um lugar por conta própria. Neste livro, Gaía Passarelli fala com sinceridade e bom-humor sobre suas aventuras sozinha pelo mundo. Ela não vai te dizer pra largar tudo e sair por aí, nem te dar dicas de como ser cool em Nova York. Estas são histórias sobre ser consolada por um xamã andino, molhar os pés nas águas do mar do extremo sul da Índia e dormir debaixo de uma mesa de bar no Texas. É sobre viajar e voltar pra casa. Acima de tudo, este é um livro que fala sobre ser mulher e, ao mesmo tempo, ser livre pra viajar por aí sem companhia, sem medo e sem preconceito.

O Punhal - Jorge Fernández Díaz
Best-seller absoluto na Argentina, O punhal é um romance que investiga os meandros da polícia e da política como organizações mafiosas, que guardam entre os altos escalões de suas fileiras os verdadeiros senhores do narcotráfico latino-americano. Narrada por um agente da inteligência argentina que se infiltra em uma influente quadrilha criminosa como o guarda-costas da sensual ex-amante de um dos chefões do tráfico internacional, esta é uma trama que mostra que é impossível mudar o mundo sem sujar as mãos e que o desejo – por poder, por dinheiro, por uma mulher -- é a mais destruidora de todas as drogas.

1822 - Edição Juvenil Ilustrada - Laurentino Gomes
Laurentino Gomes apresentou a história do Brasil ao grande público de forma simples e convidativa, despertando um maior interesse nas origens de nosso país. Para estimular os jovens leitores a se aventurarem pelo passado, a Globo Livros lança a nova edição juvenil do segundo volume de sua premiada trilogia.
1822 – Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram dom Pedro a criar o Brasil – um país que tinha tudo para dar errado conduz o leitor por uma jornada pela Independência do Brasil. Na obra, Laurentino compara diferentes relatos sobre o dia 7 de setembro e a proclamação da independência. Mais do que desmistificar o grito às margens do Ipiranga, o escritor analisa como Dom Pedro conseguiu, apesar de todas as dificuldades, fazer do Brasil uma nação na sequência das mudanças provocadas pela fuga da família real portuguesa em 1808.
A edição juvenil une informações e imagens apresentando a história brasileira de forma fluida e simples.

Ler é Mais

Lorem ipsun