ADs

Fort of Apocalypse na JBC

Fort of Apocalypse foi o 8º anúncio do ano da editora JBC.


Apocalypse no Toride, ou Fort of Apocalypse, o oitavo mangá anunciado em 2016 pela JBC, traz um grupo de jovens presos em um reformatório fazendo o que pode para sobreviver a um voraz ataque de zumbis.
A tensão é total. O mundo foi tomado por uma epidemia zumbi fulminante. O fim se aproxima e não há para onde fugir. Trancafiados em um reformatório para delinquentes, um grupo de jovens irá descobrir que a prisão pode ser o único lugar seguro na face da Terra em Fort of Apocalypse, o oitavo mangá anunciado em 2016 pela JBC.
Com um total de 10 volumes, publicados pela editora Kodansha (Fairy Tail, Knights of Sidonia), Apocalypse no Toride foi publicado no Japão entre 2011 e 2015 pegando carona na onda de mortos-vivos deflagrada com a série americana The Walking Dead.
Os fãs do gênero não irão se decepcionar com o novo mangá da JBC. Além do belíssimo e realístico traço de Kazu Inabe, o roteirista Yuu Kuraishi leva o tema às últimas consequências. Ninguém está a salvo em sua história e os zumbis, diferente dos vistos em filmes clássicos, podem se tornar velozes e inteligentes. Usando uma espécie de penitenciária para jovens como cenário, Kuraishi consegue impor um clima de suspense e terror claustrofóbico ímpar ao leitor.

COMO SOBREVIVER A UM ATAQUE ZUMBI
Yoshiaki Maeda é um jovem de 16 anos aparentemente comum. Tímido e inseguro, ele é enviado para o Reformatório Shouran, um tipo de escola-prisão, para onde delinquentes são enviados. Imediatamente subjugado pelos veteranos da instituição, Maeda jura ser inocente e que foi preso injustamente. Mal podia imaginar o rapaz que aquele era o menor de seus problemas. Na verdade, ser preso lhe salvou a vida.
Logo que chega ao reformatório, descobre-se que fora de seus portões eclodiu um verdadeiro apocalipse zumbi. Agora a prisão, de onde todos queriam fugir, tornou-se um forte que protege aos internos.
Não se sabe ao certo como a epidemia começou. Se foi um vírus ou algo do gênero, mas, pouco a pouco, o grupo de sobreviventes de Maeda descobre que os mortos-vivos podem evoluir, ganhando força e inteligência de acordo com a situação. E, claro, todos estão famintos por carne humana.
Encurralados, os jovens delinquentes não terão outra opção senão lutar até quando puderem por suas vidas. E, se a morte surge como algo inevitável, a melhor estratégia pode ser o ataque.
Fort of Apocalypse guarda muitos segredos e reviravoltas, com grandes doses de ação, suspense e terror asfixiantes. O novo mangá da JBC chega em breve às bancas, livrarias e lojas especializados de todo o Brasil!!

Ler é Mais

Lorem ipsun