ADs

Lançamentos de Novembro da Record

A Colina Escarlate - Nancy Holder
Bem-vindo à Colina Escarlate.
Edith Cushing, uma jovem da era vitoriana, alimenta o sonho de escrever um livro. Ainda que, segundo ela mesma, seja uma misantropa irritadiça, não é diferente das jovens de sua época. Porém, há algo tenebroso em seu passado. Aos 10 anos, Edith sofreu dois grandes traumas: o falecimento de sua mãe e, três semanas depois, o encontro com um fantasma — a Sr. Cushing, sua própria mãe. Ainda hoje Edith se lembra daquela noite: o tique-taque do relógio, o ranger das tábuas do assoalho, o farfalhar do robe de seda com o qual a mãe fora enterrada, o estalido dos ossos sob a pele que já definhava, a mão decomposta em seu ombro... e um recado enigmático.
Sem medir esforços para realizar seu sonho, ela acaba conhecendo Sir Thomas Sharpe, um homem misterioso, dono de terras na Inglaterra e de uma mente criativa como a dela. Isso logo desperta o interesse da jovem, que busca mais informações sobre ele e sobre Allerdale Hall, a propriedade ancestral da família Sharpe. No entanto, o que Edith não encontra em suas pesquisas são os segredos terríveis guardados pelo nobre inglês, que irão assombrá-la para sempre.

Sangue na Neve - Jo Nesbo
O mestre do thriller escandinavo está de volta. Olav tem apenas um talento: matar pessoas a sangue-frio. Não há nada que ele preze mais que ter o poder sobre a vida e a morte. Porém, sua natureza sensível é proporcional às suas habilidades como matador de aluguel. Uma vez tentou roubar bancos, mas não deu certo – ele se sentiu tão culpado que foi visitar uma das vítimas no hospital. Agenciar mulheres para prostituição, idem – Olav se apaixona muito fácil. O assassinato foi tudo que lhe restou.
Ele leva uma vida solitária em Oslo até se ver envolvido em um trabalho importante para um dos mais perigosos chefes do crime organizado na cidade, Daniel Hoffman. Ao aceitá-lo, Olav finalmente conhece a mulher da sua vida, mas logo se depara com dois problemas. O primeiro é que ela é a esposa do chefe. E o segundo é que ele foi contratado para matá-la.

Dilmês - Celso Arnaldo Araújo
A sátira política que honra a melhor tradição do gênero com uma viagem ao centro do saara cerebral de Dilma Rousseff.
Já em meados de 2009, no exato instante em que a funcionária pública mineira de origem búlgara começou a se apresentar aos brasileiros como presidenciável, era possível notar que havia algo de errado naquele discurso no qual palavras eram despejadas a esmo, sem dar liga a uma única ideia à altura do cargo que postulava. A partir dos discursos presidenciais transcritos na íntegra pelo Portal do Planalto, Celso Arnaldo Araujo, pioneiro na análise sintática e política da língua falada pela presidente da República, destrincha e documenta os verdadeiros espetáculos de comédia bufa protagonizados pela dramática inaptidão da oratória de Dilma.

Poesia Reunida - Adélia Prado
Adélia Prado, uma das mais renomadas autoras brasileiras, sabe como ninguém retratar a alma e os sentimentos femininos em seus poemas, contos e romances. Acostumada a verbalizar em sua obra a perplexidade e o encanto, norteados pela fé cristã e permeados pelo aspecto lúdico – uma das características de seu estilo único –, a poetisa mineira usa o mais comum da vida cotidiana em um tom doce e apaixonado para recriar a vida do interior mineiro por meio de uma linguagem inovadoramente feminina.
Neste único volume repleto de seu imaginário acolhedor, encontram-se todos os poemas de Bagagem, O coração disparado, Terra de Santa Cruz, O pelicano, A faca no peito, Oráculos de maio, A duração do dia e Miserere. Esta edição conta ainda com textos de Carlos Drummond de Andrade e Affonso Romano de Sant’Anna e posfácio de Augusto Massi. Um verdadeiro presente para o leitor de clássicos da literatura brasileira.

O Julgamento - Átila 3 - William Napier
449 d.C. Átila conseguiu cumprir a difícil tarefa de unificar os hunos. Posicionado às margens do rio Danúbio, o poderoso conquistador reúne um exército com o intuito de destruir o decadente Império Romano. Com a população em polvorosa após escândalos de corrupção e dois imperadores incompetentes em conflito, Roma é lançada ao caos, e a vitória dos hunos parece inevitável. Mas ainda resta uma esperança para o povo romano: o general comandante Aécio. Refém dos hunos quando criança, Aécio se tornou grande amigo do jovem Átila, mas agora ambos precisam esquecer a antiga amizade para assumir lados opostos no campo de batalha. Átila fará de tudo para destruir o império que tanto odeia, enquanto Aécio lutará até o fim pela sobrevivência de seu povo. Dois exércitos extremamente poderosos se enfrentam para decidir o futuro da civilização ocidental. Mas essa guerra chegará ao fim sem que romanos e hunos tenham perdas devastadoras, ou as apostas são altas demais até para guerreiros experientes como Átila e Aécio?

Em Busca de Um Novo Amanha - Sidney Sheldon e Tilly Bagshawe
Ao lado de Jeff Stevens, Tracy Whitney foi responsável por alguns dos maiores assaltos do mundo. Movida pela adrenalina que o perigo proporciona, ela sempre esteve à vontade com a vida de criminosa. Mas, quando ela e Jeff se casam, eles fazem um trato: deixar o passado de crimes para trás e formar uma família. Decidida a abandonar o crime e levar uma vida digna, Tracy se esforça para adaptar-se à nova rotina. Mas ela sente que falta algo para que seja realmente feliz: um bebê. Porém, à medida que os meses passam e a tão desejada gravidez não acontece, ela se sente cada vez mais infeliz. Quando uma misteriosa e envolvente mulher surge na vida do casal, a até então indestrutível parceria deles é abalada. Um belo dia, Jeff acorda e descobre que Tracy desapareceu. Por mais de dez anos, ele faz o possível para descobrir o paradeiro da amada mas, como o restante do mundo, acredita que ela esteja morta... até que uma série de assassinatos leva um audacioso detetive francês a acreditar que a vigarista está envolvida nos crimes. Tracy Whitney está mais uma vez no centro de uma misteriosa trama. A diferença é que, agora, ela tem tudo a perder, inclusive o homem que não consegue esquecer.

Os Porões da Contravenção - Aloy Jupira e Chico Otavio
Este livro-reportagem é daqueles raros que esgota – destrincha até não sobrar dúvida – o assunto a que se dedica: a histórica e macabra sociedade entre jogo do bicho e ditadura militar. Seus personagens principais, Anísio, o “papai” da Beija-Flor, Castor de Andrade, o benfeitor da Mocidade Independente, e Capitão Guimarães, militar e torturador dos calabouços da ditadura, cresceram e apareceram (não sem muito sangue) no ambiente terrivelmente favorável dessa parceria. Neste Os porões da contravenção, Aloy Jupiara e Chico Otavio recriam a fauna de terror em que os bicheiros foram buscar os braços que lhes garantiriam segurança, território e organização. E vão muito além de escancarar – o que por si só já representaria um marco jornalístico – as manobras por meio das quais o regime não apenas protegeu, mas permitiu e mesmo estimulou, o desenvolvimento sustentável do crime organizado no Rio de Janeiro e, logo, no Brasil.

Desesterro - Sheyla Smanioto
Primeiro romance de Sheyla Smanioto, Desesterro é feito de muitas vozes, de sonhos, de fotografias imaginárias, de uma menina sem nome e de uma avó cansada. O cenário de pobreza e de carência de Vila Marta e Vilaboinha – cidades fictícias – deixa na pele de Maria de Fátima, personagem principal, as marcas das gerações que se sucederam neste universo duro e de fome que ecoa um arquétipo de Brasil profundo. Carregado de dramaturgia, feito de torções gramaticais e desorganização temporal e espacial, Desesterro dá ao leitor a impressão de transitar entre realidade e sonho.

Antes que Seque - Marta Barcellos
As doze mulheres retratadas nos contos de Marta Barcellos se defrontam com uma mesma impossibilidade: a de engravidar e corresponder a uma figura maternal idealizada. Marta costura essas histórias com uma linguagem eficaz, ao mesmo tempo pungente e delicada, incitando o leitor, fascinando-o e conduzindo-o por contos que giram em torno da classe média alta e seus códigos; da promessa de felicidade que não se cumpre em padrões de consumo e aparências; da urgência e do mal-estar de se viver em uma sociedade de contrastes. Antes que seque nos surpreende com profundas reinvestigações do que pode ser o ato de contar um conto: inventivas releituras de uma forma aparentemente inesgotável.

Como Conversar com Fascista - Marcia Tiburi
Com sua rara capacidade de explicar temas filosóficos para o leitor comum, Marcia Tiburi alcançou o sucesso de público e de crítica como uma filósofa pop. E nesses tempos de nervos à flor da pele e agressivos embates políticos, Marcia traz em Como conversar com um fascista um propósito filosófico-político: pensar com os leitores sobre questões da cultura política experimentada diariamente, de um modo aberto, sem cair no jargão acadêmico. O argumento principal é como pensar em um método, ou uma postura, para contrapor o discurso de ódio, seus reflexos na sociedade brasileira e repercussão nas redes sociais. A filósofa propõe o diálogo como forma de resistência e analisa notícias recentes e acontecimentos do mundo político para mostrar mais uma vez que é possível falar sobre temas complexos de maneira que todos compreendam. Com apresentação de Rubens Casara e prefácio de Jean Wyllys, o livro traz ensaios inéditos e alguns já publicados na revista Cult, combinando a profundidade e a sofisticação intelectuais presentes na medida certa na obra de Marcia Tiburi.

A Poeira da Glória - Martim Vasques da Cunha
Em "A poeira da glória", Martim Vasques da Cunha desmonta as teses sustentadas pela repetição da crítica, rechaça o estilo que falseia a sensibilidade moral e recoloca as ideias no lugar ao apontar como e quando a ideologia política envenenou a imaginação artística. O ensaísta mostra em detalhes como o país foi brutalizado pela paranoia e mistificação a respeito de si mesmo, de tal maneira que se transformou em um grande "Carandiru intelectual", o paraíso distópico onde a realidade brasileira gira em falso.

Em Busca do Rigor e da Misericórdia - Lobão
Uma narrativa poético-político-musical, que conta toda a trajetória do processo criativo do novo disco de Lobão
Em uma narrativa poético-político-musical, Lobão conta, passo a passo, em tempo real, toda a trajetória do processo criativo de seu novo disco, O rigor e a misericórdia. Um projeto ambicioso e há muito desejado: o de compor, tocar e gravar sozinho todas as canções da obra; desafio ao qual somou a própria escrita deste livro fascinante. “Um entrelaçamento criativo de dois rebentos muito queridos” – como define o autor.
Relato intimista e afetivo, que expõe a complexidade da vida interior e da criação absolutamente solitária, e que, ao mesmo tempo, recria o ambiente de tensão pública em que Lobão encontra-se, este livro não prescinde, bem ao contrário, de denunciar e enfrentar – com coragem – a miséria política do Brasil. De sua leitura, no entanto, emerge mensagem otimista, de que tanto o disco quanto este livro são exemplares: a de que até do mais duro enfrentamento, contra as mais baixas mentiras, contra as piores violência, o que se colhe e afinal permanece é arte, música, literatura.

Moriarty - Anthony Horowitz
Sherlock Holmes está morto, e as trevas avançam
Dias após Holmes e seu arqui-inimigo Moriarty encontrarem seu fim nas cataratas de Reichenbach, Federick Chase, um detetive da Agência Pinkerton, chega à Europa vindo de Nova York. A morte do professor Moriarty deixou um vazio no poder que logo foi preenchido por um novo gênio do crime, que ascendeu para tomar o lugar do rival de Holmes. Auxiliado pelo inspetor da Scotland Yard Athelney Jones, um devoto estudioso dos métodos de investigação e de dedução de Holmes, Frederick Chase precisa trilhar um caminho através dos cantos mais escuros da capital inglesa para lançar uma luz sobre essa figura sombria, um homem temido, mas raramente visto, determinado a dominar Londres em uma onda de ameaças e assassinatos.
Chase é auxiliado pelo Inspector Athelney Jones, um detetive da Scotland Yard e estudante devoto do métodos de dedução de Holmes, a quem Conan Doyle introduziu em O signo dos quatro. Os dois homens unem forças para abrir um caminho através das ruas sinuosas de Londres vitoriana – das praças elegantes de Mayfair para os cais e becos sombrios das Docks em busca dessa figura sinistra, um homem muito temido, mas raramente visto, que é determinado a estabelecer seu nome como sucessor de Moriarty.

Angela Maria: A Eterna Cantora do Brasil - Rodrigo Faour
É impossível contar a história da música brasileira e do próprio país sem mencionar o nome de Angela Maria. Sua popularidade assombrosa a fez colecionar recordes ao longo da vida- milhares de discos vendidos, mais de cinquenta canções em parada de sucessos, centenas de troféus, mais de 250 capas de revistas, um sem-número de críticas semanalmente na imprensa, e o próprio tempo de carreira - cerca de 65 anos ininterruptos gravando e se apresentando com casa cheia... Mas, até que se tornasse a cantora mais popular do Brasil e o maior salário do rádio de seu tempo, Angela Maria enfrentou uma infância miserável e uma terrível resistência dos pais religiosos. Depois, já famosa, foi do céu ao inferno em sua vida pessoal, ludibriada por maridos-empresários. Entretanto, com uma incrível capacidade de superação, sobreviveu a tudo, inclusive aos mais diversos modismos musicais, tornando-se um mito da cultura nacional e influenciando inúmeros intérpretes.

O Garoto - Sapphire
Um relato visceral, O garoto nos leva para dentro da vida de Abdul Jones. Com 9 anos, ele é deixado à própria sorte após o enterro da mãe. Ao se deparar com um mundo em que o amor e o ódio muitas vezes se confundem, ele se vê obrigado a enfrentar atos de violência indescritíveis, a própria história e os recantos mais sombrios de seu coração para seguir com unhas e dentes rumo à vida adulta, ao mesmo tempo que cria sua identidade.
Em uma saga que se desloca de uma fazenda no Mississippi até o Harlem; de um orfanato católico problemático a sobrados no centro de uma metrópole, o livro narra a luta de um jovem do século XXI para abrir caminho em direção ao futuro.

Ler é Mais

Lorem ipsun