ADs

Lançamentos de Novembro da Biblioteca Azul

As Portas da Percepção e Céu e Inferno - Aldous Huxley
Um dos livros mais conhecidos de Aldous Huxley, 'As portas da percepção' influenciou gerações ao detalhar o efeito das drogas sobre os sentidos do escritor. Publicado pela primeira vez em 1954, o livro antecipou as experiências psicodélicas que marcaram os escritores da geração Beat e o rock n’ roll na década de 1960. A edição da Biblioteca Azul traz 'As portas da percepção e Céu e inferno' em novas traduções e posfácio do neurocientista Sidarta Ribeiro sobre a morte de Huxley.
Com a inteligência característica de sua prosa, Huxley fala sobre suas expectativas ao usar mescalina e descreve suas sensações e pensamentos ao observar objetos cotidianos e ao ouvir música. O escritor conclui que os sentidos servem como um filtro, de forma que as pessoas percebam o necessário para garantir sua sobrevivência, sem contemplar nuances e detalhes da realidade.
Huxley também divaga sobre o tempo, as religiões e sobre como a alteração da consciência é usada como uma maneira de alcançar a transcendência. O texto continua provocativo e relevante, o que faz de 'As portas da percepção' uma das obras que marcaram o século XX.Aldous Huxley.

O Impostor - Javier Cercas
Em 2005, o caso Enric Marco chocou a Espanha. Conhecido por ter lutado contra a ditadura de Franco e ter sido deportado para um campo de concentração nazista, Marco presidiu durante anos a Amical de Mauthausen, importante associação  de vítimas do Holocausto. Dias antes de uma cerimônia dos 60 anos do fim da Segunda Guerra Mundial, o historiador Benito Bermejo revelou que Marco nunca tinha sido prisioneiro do regime nazista. A história intrigou Javier Cercas, que durante sete anos relutou em escrever sobre este estranho personagem.  Em O impostor, o escritor relata a vida de um homem que, ao reinventar sua história, enganou um país.
De acordo com Javier Cercas, O impostor é um romance sem ficção. O narrador é personagem e o leitor acompanha sua resistência à ideia de escrever o livro, suas entrevistas com Enric Marco, a pesquisa e as dúvidas que surgem durante o processo de escritura. Uma vez que a vida de Enric Marco se revela uma grande invenção, ao contar a versão do impostor, Cercas dá espaço à ficção em sua busca pela verdade.
O impostor levanta uma série de questões sobre a memória, o desejo de celebridade, e a forma como as pessoas lidam com o passado, individual e coletivo. Cercas explora as contradições de um homem que se justifica dizendo que alterou a verdade com o objetivo de não permitir que as pessoas esquecessem os horrores do nazismo, mas que poderia ter servido a uma causa sem se colocar como uma vítima.

Caçadas de Pedrinho – Edição Especial - Monteiro Lobato
Como em todos os livros de Lobato, é a partir de uma brincadeira de crianças que o mundo se abre em aventuras incríveis, seres imaginários, A capacidade de observação e de construção desse universo fez de Lobato o pai da literatura infantil brasileira e com ele as crianças ganharam definitivamente um lugar de honra nas narrativas nacionais. A publicação desses livros é um reiterado convite aos pais, muitas vezes saudosos dessa aventura, para revivê-las e angariar novos leitores para a aventura.
A importância aferida por Lobato aos ilustradores inaugura uma nova fase na história do mercado editorial brasileiro. Ao escolher os artistas, pautar as ilustrações e apostar na criação conjunta das personagens, ele torna os ilustradores parceiros no em seu maior empreendimento, esse de criar um imaginário que foi definitivo para sucessivas gerações.
Além de Jean Gabriel Villin e J.U. Campos, apresentados na edição especial de Reinações de Narizinho, as ilustrações de André Le Blanc e Kurt Wiese acompanham essas emocionantes caçadas. Wiese, que ilustrou a primeira edição de Caçadas de Pedrinho não apenas foi um aventureiro do qual pouco se sabe sobre a passagem no Brasil, como foi responsável pelas ilustrações de clássicos infantis internacionais como Bambi, de Felix Salten, e O livro da selva, de Ruyard Kipling, antes das representações de Walt Disney.

Ler é Mais

Lorem ipsun