ADs

Lançamentos de Julho da Intrínseca

Destaque do mês é o segundo livro da autora nacional Isabela Freitas, que escreveu Não se Apega, Não, um grande sucesso de vendas e que agora voltas as prateleiras com Não se Iluda, Não.

Não Se Iluda, Não - Isabela Freitas
Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como A Garota em Preto e Branco. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta.
Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe... Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo.
Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de Não se apega, não. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.

Half Wild - Sally Green
Na Inglaterra, onde duas facções rivais de bruxos dividem espaço com os humanos, Nathan é considerado uma abominação. Além de ser um mestiço — filho de uma bruxa da Luz com um bruxo das Sombras —, seu pai, Marcus, é o bruxo mais cruel e poderoso que já existiu. Nesse mundo dividido entre mocinhos e vilões, não ter um lado é pecado. E Nathan não pode confiar em ninguém. Em Half Wild, após descobrir seu dom mágico, mesmo sem ainda conseguir controlá-lo, Nathan se une aos rebeldes da Luz e das Sombras de toda a Europa para derrubar Soul, líder tirânico do Conselho, e os caçadores, cujo domínio se espalhou para além da Inglaterra. O Conselho de bruxos da Luz continua em sua cola e não vai parar até ele ser capturado e obrigado a matar o próprio pai, cumprindo a profecia. Nathan vai precisar encontrar um modo de conviver com seu lado selvagem, descobrir quem são seus verdadeiros aliados e — principalmente — quem é seu verdadeiro amor. •Half Bad, primeiro livro da série, causou comoção internacional e teve os direitos de edição vendidos para 50 países e mais de 45 idiomas, o que lhe rendeu dois registros no Guiness World Records. •A série será adaptada para o cinema pela Fox 2000, e os filmes serão produzidos por Karen Rosenfelt, a mesma de Crepúsculo e O Diabo Veste Prada.

Mosquitolândia - David Arnold
“Meu nome é Mary Iris Malone, e eu não estou nada bem.” Após o inesperado divórcio dos pais, Mim Malone é arrastada de sua casa em Ohio para o árido Missis - sippi, onde passa a morar com o pai e a madrasta e a ser medicada contra a própria vontade. Porém, antes mesmo de a poeira da mudança baixar, ela descobre que a mãe está doente. Mim foge de sua nova vida e embarca em um ônibus com destino a seu verdadeiro lugar, o lar de sua mãe, e acaba encontrando alguns companheiros de viagem muito interessantes pelo caminho. Quando a jornada de mais de mil quilômetros toma rumos inesperados, ela precisa confrontar os próprios demô- nios e redefinir seus conceitos de amor, lealdade e sanidade. Com uma narrativa caleidoscópica e inesquecível, Mosquitolândia é uma odisseia contemporânea, uma história sobre as dificuldades do dia a dia e o que fazemos para enfrentá-las.

A Mulher Perfeita É Uma Vaca - Anne-Sophie Girard
Todo mundo conhece uma mulher perfeita, aquela de modos requintados, corpo esbelto, ativa, culta, sem olheiras... e insuportável. Já você passa a vida toda lutando contra a balança, o chocolate, a preguiça de ir à academia, a falta de tempo, os planos que não dão certo. Você está sempre em busca da perfeição e, no fim, só o que consegue é se sentir infeliz. Pois saiba que ser perfeita é uma ilusão — e o pior: não evita celulite nem flacidez. Ao contrário, pode fazer muito mal à saúde e causar depressão.
Este livro é o guia definitivo para as mulheres imperfeitas — ou seja, para todas as mulheres. Com ele você aprenderá a enxergar em si mesma as qualidades que a mulher perfeita jamais terá: por exemplo, saber como manter a dignidade mesmo estando de pileque, ter a consciência de que um quilinho extra pesa menos em uma alma mais leve e que para conseguir as respostas certas basta não fazer as perguntas erradas.
Um manual prático e infalível criado pelas gêmeas Anne-Sophie e Marie-Aldine Girard, que reuniram nessas páginas todo um vasto conhecimento obtido a partir de extensas pesquisas, levantamentos detalhadíssimos e muitos happy hours com as amigas. As duas abusam da ironia e do humor ácido para derrubar os complexos que mais atormentam as mulheres e ensinar a cultivar uma autoestima indestrutível. Leia e entre definitivamente no mundo das mulheres imperfeitas que sabem desfrutar a vida!

Notícias: Manual do usuário - Alain de Botton
Atualmente as notícias ocupam o lugar preponderante antes dominado pela religião, porém não costumamos refletir sobre o impacto delas em nossa vida. Em Notícias, o aclamado escritor Alain de Botton se vale de histórias típicas do noticiário — como um desastre de avião, um homicídio, um escândalo político e uma entrevista com uma celebridade — para construir sua análise inteligente e profunda.
Ele também traz questões reveladoras, como: por que manchetes de grandes desastres nos envolvem tanto? O que torna a vida amorosa das celebridades tão interessante? Por que adoramos ver políticos se dando mal? E por que as notícias sobre revoltas em países distantes costumam ser tão... entediantes?
De Botton elaborou o manual definitivo da nossa era viciada em notícias, que trará calma, entendimento e um parâmetro de sanidade para as nossas interações diárias (e às vezes feitas a toda hora) com a máquina de notícias.

Como a música ficou grátis - Stephen Witt
O que acontece quando uma geração inteira comete o mesmo crime? Uma trama impressionante envolvendo música, crime, dinheiro e obsessão, cujos protagonistas são magnatas, pesquisadores respeitados, criminosos e adolescentes nerds fissurados em tecnologia. Em Como a música ficou grátis, o jornalista Stephen Witt investiga a fundo a história secreta da pirataria de músicas na internet, partindo dos engenheiros alemães criadores do mp3, passando por uma fábrica de CDs na Carolina do Norte da qual um funcionário chamado Dell Glover vazou cerca de dois mil álbuns ao longo de uma década e também pelo centro de Manhattan, onde o executivo Doug Morris dominou o mercado mundial do rap, e depois se aprofundando pelos redutos mais obscuros da web até um site ilegal quatro vezes maior que a loja do iTunes. Por meio desses personagens, o autor constrói uma narrativa empolgante, remontando ao momento em que a vida comum se imbricou irreparavelmente com o mundo virtual, quando de repente todas as músicas já gravadas foram disponibilizadas de graça na internet. Seguindo a tradição de escritores como Michael Lewis, Witt nos apresenta figuras inesquecíveis — inventores, executivos da indústria fonográfica, operários e ladrões — que transformaram toda uma forma de arte e revela o submundo dos piratas de mídias que revolucionaram o universo digital. Uma história nunca antes contada de ganância, astúcia, genialidade e fraude, Como a música ficou grátis não é apenas um livro sobre a indústria fonográfica — é uma leitura obrigatória sobre a constru- ção da própria internet.

Linda, Como no Caso do Assassinato de Linda - Leif GW Persson
Suécia. Em um verão especialmente quente, Linda Wallin, aluna da Academia de Polícia de Växjö, é brutalmente estuprada e assassinada. Evert Bäckström, policial machista e autocentrado de Estocolmo, recebe a missão de comandar a investigação do crime e desloca sua equipe para a bucólica cidade. Egoísta, vaidoso e cheio de preconceitos, Bäckström não demonstra senso de dever ou responsabilidade. É um homem capaz de sentir afeto apenas por seu peixinho dourado e por garrafas de bebida — o retrato da mediocridade e da mesquinhez. Para resolver o caso, a resignada equipe de policiais precisará correr contra o tempo e seguir as escassas pistas que a intransigência de Bäckström não deixou escapar. No mundo cínico criado por Persson, povoado por abutres de todos os tipos, a justiça só triunfa parcialmente. Um romance impiedoso, mas que retrata a realidade de modo absolutamente hilariante.

Ler é Mais

Lorem ipsun