ADs

Melhores Lançamentos de Maio

E acabou o mês de Maio. Se inicia hoje o mês dos namorados e o último dessa primeira metade do ano.

Antes que comecem a pipocar inúmeros lançamentos com histórias bonitinhas e prontos para presentear a pessoa amada, vamos conferir o que teve de melhor no mês passado?

Lembrando que essa lista é baseada somente em nossa própria percepção e na opinião de colegas blogueiros. Alguns livros nós lemos, outros apenas foram folheados e outros ainda foram extremamente recomendados mas, não importa a motivação, abaixo você encontra excelentes recomendações para passar algumas horas prazerosas embaixo das cobertas, curtindo um bom livro com uma xícara de chocolate quente. Perfeito para começar o mês de Junho.

As Espiãs do Dia D - Ken Follet
Segunda Guerra Mundial. Na fúria expansionista do Terceiro Reich, a França é tomada pelas tropas de Hitler. Os alemães ignoram quando e onde, mas estão cientes de que as forças aliadas planejam libertar a Europa. Para a oficial inglesa Felicity Clairet, nunca houve tanto em jogo. Ela sabe que a capacidade de Hitler repelir um ataque depende de suas linhas de comunicação. Assim, a dias da invasão pelos Aliados, não há meta mais importante que inutilizar a maior central telefônica da Europa, alojada num palácio na cidade de Sainte-Cécile. Porém, além de altamente vigiado, esse ponto estratégico é à prova de bombardeios. Quando Felicity e o marido, um dos líderes da Resistência francesa, tentam um ataque direto, Michel é baleado e seu grupo, dizimado.
Abalada pelas baixas sofridas e com sua credibilidade posta em questão por seus superiores, a oficial recebe uma última chance. Ela tem nove dias para formar uma equipe de mulheres e entrar no palácio sob o disfarce de faxineiras. Arriscando a vida para salvar milhões de pessoas, a equipe Jackdaws tentará explodir a fortaleza e aniquilar qualquer chance de comunicação alemã – mesmo sabendo que o inimigo pode estar à sua espera. As espiãs do Dia D é um thriller de ritmo cinematográfico inspirado na vida real. Lançado originalmente como Jackdaws, traz os personagens marcantes e a narrativa detalhada de Ken Follett.
Ken Follet é um gênio detalhista responsável por algumas das melhores obras de conteúdo histórico da nossa história recente. Só se pode esperar coisa boa deste livro.

Golem e o Gênio - Helene Wecker
Realidade e magia neste aclamado livro de fantasia histórica
Os confrontos e as barreiras vividas por duas culturas tão próximas, ainda que aparentemente opostas. Em Golem e o Gênio, premiado romance fantástico que a DarkSide® Books traz ao Brasil em 2015, o leitor se transporta à Nova York da virada do século XX, em uma viagem fascinante através das culturas árabe e judaica. Seus guias serão poderosos seres mitológicos.
Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás.
Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva.
O romance de estreia de Helene Wecker reúne mitologia popular, ficção histórica e fábula mágica, entrelaçando as culturas árabe e judaica com uma narrativa inventiva e inesquecível, escrita de maneira primorosa.
Golem e o Gênio foi eleito uma das melhores fantasias históricas pelo Goodreads e ganhou o Prêmio da VCU Cabell de Melhor Romance de Estreia.
São tantos elementos misturados nessa fantasia que é quase hipnótico o efeito que produz no leitor. Este livro lhe faz viajar por duas culturas diferentes, por uma manhattan de outro século e ainda é recheado de fantasia. Uma aposta certa para qualquer leitor!

A Noiva Fantasma - Yangsze Choo
Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma...
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.
Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.
Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.
Baseado em fatos reais sobre uma estranha prática chinesa, A Noiva Fantasma nos apresenta uma China estranha e pouco conhecida do mundo ocidental. Um campeão de críticas positivas na blogsfera.

Na Pele de Uma Jihadista - Anna Erelle
A história real de uma jornalista recrutada pelo Estado Islâmico.
A jovem e frágil Mélodie, recém convertida ao islamismo, conhece, num chat de Facebook, Bilel, integrante de alto escalão do Estado Islâmico e braço direito de Abu Bakr al-Baghdadi, um dos terroristas mais perigosos do mundo. Após somente dois dias de conversas por Skype, ele já se declara "apaixonado". Mais do que isso: pede Mélodie em casamento, instigando-a a juntar-se a ele na Síria para viverem juntos uma vida idílica, repleta de riquezas materiais e espirituais. Mas o que Bilel não sabe é que Mélodie não existe fora do mundo virtual. Ela é, na verdade, Anna Erelle, uma jovem repórter parisiense que investiga as redes de recrutamento de grupos terroristas e suas propagandas digitais.
Um relato real sobre a organização que mais terror e assombro causa no mundo moderno. Anna Erelle vai retratar como funciona a maior organização terrorista e separatista do mundo e jogar uma nova luz sobre um problema que parece impossível de ser solucionado. O recrutamento de jovens para as forças paramilitares do EL

Doctor Who: O prisioneiro dos Daleks - Trevor Baxendale
Uma aventura inédita do Décimo Doutor, interpretado na tevê por David Tennant.
O Império Dalek não para de se expandir, e batalhas eclodem em vários sistemas solares. Quando o futuro da galáxia está em jogo, o Doutor se vê a bordo de uma nave próxima à linha de frente, junto a um implacável grupo de caçadores de recompensas.
O Comando da Terra paga a eles por cada Dalek morto, por cada olho entregue como prova. Mas, com a ajuda do Doutor, os caçadores conseguem algo de valor inestimável: um Dalek inteiro, vivo, com os sistemas desarmados e pronto para ser interrogado. No entanto, com os Daleks nada é o que parece e ninguém está a salvo. Quando o jogo virar, como o Doutor sobreviverá ao se tornar prisioneiro de seu maior inimigo?
Doctor Who é uma série inglesa que está no ar desde a década de 60. Só isso já deveria despertar o interesse do leitor. Mas se não sabe de quem estamos falando, saiba que este livro é um excelente e divertido exemplar de ficção científica. Conheça o doutor mais famoso do universo.

Cova 312 - Daniela Arbex
Menos de dois anos depois de seu surpreendente best-seller de estreia, “
Holocausto  brasileiro”, Daniela Arbex volta com mais um livro corajoso e revelador. Escrito como um romance, nele se conta a história real de como as Forças Armadas mataram pela tortura um jovem militante político, forjaram seu suicídio e sumiram com seu corpo. Daniela Arbex reconstitui o calvário deste jovem, de seus companheiros e de sua família até sua morte e desaparecimento. E continua investigando até descobrir seu corpo, na anônima Cova 312 que dá título ao livro. No final, uma revelação bombástica muda um capítulo da história do Brasil. Uma história apaixonante, cheia de mistério, poesia, tragédia e sofrimento.
Se leu Holocausto Brasileiro então já deve ter se interessado por esse livro. Se não leu, então se prepara para a escrita realística de Daniela Arbex em mais um livro baseado em fatos reais que tem um cadencia de denúncia e documentário.

O Livro do Destino - Parinoush Saniee
Cinco décadas da história do Irã num romance proibido e arrebatador.
Adolescente na Teerã pré-revolucionária, Massoumeh é uma menina comum, apaixonada pelos estudos. A caminho da escola, ela conhece um homem por quem se apaixona — mas, quando seus familiares descobrem as cartas que ele lhe escreve, Massoumeh é apontada como uma desonra para a família. Como consequência, a jovem leva uma surra violenta do irmão autoritário, e seus pais a obrigam a se casar às pressas com um homem que ela nunca viu.
Os anos que se seguem ao casamento de Massoumeh revelam-se transformadores para o Irã. Hamid, seu marido, é um dissidente marxista, perseguido primeiramente pelo regime opressor do Xá e depois pelos fundamentalistas que ele próprio ajuda a chegarem ao poder. O destino de Massoumeh, até então ditado pela lealdade à família e à tradição islâmica, passa a ficar atrelado às mudanças radicais no país.
O livro do destino abrange cinco décadas turbulentas da história do Irã, em que prevaleceu a repressão, o abuso, a miséria e a privação. É uma história intensa sobre amizade e paixão, medo e esperança — e uma rara visão interna da sociedade iraniana.
Proibido de ser lançado duas vezes pelo governo iraniano, tornou-se um dos maiores best-sellers da história do país, com mais de 20 edições.
Um livro revelador quanto a cultura iraniana e que mostra o mesmo tempo o drama das mulheres pertencentes a famílias islamitas, que constantemente tem seu futuro e suas vidas controladas pelo machismo e autoritarismo familiar. Livro do mesmo quilate de O Caçador de Pipas e Eu Sou Malala.

O Constante Correr das Horas - Justin Go
Um tour de force histórico, O constante correr das horas é um romance sobre paixão, buscas, heranças e coragem ao longo do século XX.
Em 1924, o rico montanhista inglês Ashley Walsingham morre ao tentar escalar o monte Everest, deixando um testamento que destina sua fortuna a um antigo amor, Imogen Soames-Andersson — com quem não encontrava havia sete anos. Os advogados de Ashley procuram em vão por Imogen, e os bens permanecem sem dono.
Oitenta anos depois, novas informações levam os advogados do escritório a Tristan Campbell, um jovem americano que pode ser o atual herdeiro dos bens de Ashley. Se Tristan for capaz de provar que é descendente de Imogen, conseguirá recuperar a herança. Mas faltando apenas algumas semanas para o prazo expirar, Tristan deve se apressar para levantar as provas de que precisa.
Dos arquivos de Londres, passando pelas batalhas de Somme, aos fiordes da Islândia, Tristan tenta juntar as peças da história por trás da riqueza abandonada: um caso de amor arrebatador que durou até Ashley ser chamado para combater junto à Frente Ocidental; soldados desesperados cuja única esperança é sobreviver; uma expedição ao topo de uma das maiores montanhas do mundo. Seguindo a trilha de pistas que se estende por toda a Europa, Tristan se vê consumido pela história de Ashley e Imogen, mas, à medida que se aproxima da verdade, percebe que o fim de sua busca pode ser mais do que uma fortuna.
Comovente e apaixonante, O constante correr das horas é uma narrativa grandiosa, que alterna com fluidez passado e presente para falar de um amor que transcende o tempo e despreza classes sociais.
Uma história que a princípio parece despretensiosa, mas que no decorrer do livro se torna vibrante e apaixonante. Um belo romance histórico para as horas de leitura e lazer.
Nós - David Nicholls
Certa noite, Douglas Petersen, um bioquímico de 54 anos apaixonado pela profissão, por organização e limpeza, é acordado por Connie, sua esposa há 25 anos, e ela lhe diz que quer o divórcio.
O momento não poderia ser pior. Com o objetivo de estimular os talentos artísticos do filho, Albie, que acabou de entrar para a faculdade de fotografia, Connie planejou uma viagem de um mês pela Europa, uma chance de conhecerem em família as grandes obras de arte do continente. Ela imagina se não seria o caso de desistirem da viagem. Douglas, porém, está secretamente convencido de que as férias vão reacender o romance no casamento e, quem sabe, também fortalecer os laços entre ele e o filho.
Com uma narrativa que intercala a odisseia da família pela Europa — das ruas de Amsterdã aos famosos museus de Paris, dos cafés de Veneza às praias da Barcelona — com flashbacks que revelam como Douglas e Connie se conheceram, se apaixonaram, superaram as dificuldades e, enfim, iniciaram a queda rumo ao fim do casamento, Nós é, acima de tudo, uma irresistível reflexão sobre a meia-idade, a criação dos filhos e sobre como sanar os danos que o tempo provoca nos relacionamentos. Sensível e divertido, com a sagacidade e a inteligência dos outros livros do autor, o romance analisa a intrincada relação entre razão e emoção.
Um livro que fala sobre o casamento e o que ele implica. Em como esquecemos quem éramos e quem de fato somos. Um drama atual e necessário que como diz a sinopse, é inteligente, sensível e divertido.

Red Hill - Jamie McGuire
Para Scarlet, cuidar de suas duas filhas sozinha significa que lutar pelo amanhã é uma batalha diária. Nathan tem uma mulher, mas não se lembra o que é estar apaixonado; a única coisa que faz a volta para casa valer a pena é sua filha Zoe. A maior preocupação de Miranda é saber se seu carro tem espaço suficiente para sua irmã e seus amigos irem viajar no fim de semana, escapando das provas finais da faculdade.
Quando a notícia de uma epidemia mortal se espalha, essas pessoas comuns se deparam com situações extraordinárias e, de repente, seus destinos se misturam. Percebendo que não conseguiriam fugir do perigo, Scarlet, Nathan, e Miranda procuram desesperadamente por abrigo no mesmo rancho isolado, o Red Hill. Emoções estão a flor da pele quando novos e velhos relacionamentos são testados diante do terrível inimigo – um inimigo que já não se lembra mais o que é ser humano.
O que acontece quando aquele por quem você morreria, se transforma naquele que pode lhe destruir? Red Hill prende desde a primeira página e é impossível deixa-lo até o final surpreendente. Este é o melhor da autora Jamie McGuire!
Ficção cientifica e apocalíptica sempre será bem-vinda em nossas estantes. Esse livro promete ser tão viciante quanto A Vida Como Ela Era que resenhamos aqui no blog.

A Caça - Jussi Adler-Olsen
Ao retornar das férias, o detetive Carl Mørck, do Departamento Q, encontra em sua mesa os arquivos do caso Rørvig. O caso não havia sido encerrado? O assassino dos dois irmãos mortos na casa de veraneio não se entregara nove anos depois do crime? Quem teria colocado aqueles arquivos ali? Alguém parece querer que o caso seja reaberto e Carl Mørck morde a isca.
As pistas que encontra levam o detetive à alta-roda, ao mundo do mercado de ações, da indústria da moda e da cirurgia plástica. E também às sarjetas mais imundas e sinistras de Copenhage, onde conhece Kimmie, uma moradora de rua atormentada por vozes e que precisa roubar para viver. Kimmie parece estar sempre fugindo. E de fato está. Três poderosos homens estão atrás dela e não medirão esforços para encontrá-la, pois Kimmie parece saber algo capaz de ameaçar o futuro deles. Algo que pode ter a ver com o caso antes encerrado, mas que, infelizmente para os três, acaba de ser reaberto pelo incansável detetive Mørk.
Uma excelente ficção-policial daquela que não engana o leitor com falsas teorias e vereditos impossíveis. Com uma trama bem feita esse livro promete umas boas horas de lazer ao lado de uma bebida quente nesse inverno que se inicia.

São Paulo Deve Ser Destruída - Moacir Assunção
Este livro trata do bombardeio impiedoso da segunda maior cidade do país p
ara conter o levante da antiga Força Pública de São Paulo. Os desdobramentos dessa revolta, iniciada em 5 de julho de 1924, foram dramáticos para a população civil. O governo do presidente Arthur Bernardes cercou a capital paulista com um anel de ferro e fogo. A artilharia pesada do Exército atirava de hora em hora contra fábricas e bairros proletários, na tentativa de jogar o povo e os operários contra as tropas amotinadas. Centenas de edificações foram destruídas ou gravemente danificadas pelos canhões enviados de trem, do Rio de Janeiro. As ruas se encheram de escombros. O socorro às vítimas foi extremamente penoso. Como os carros fúnebres não conseguiam circular em meio ao bombardeio inclemente, centenas de mortos foram enterrados em quintais, praças e jardins. Cerca de 300 mil pessoas abandonaram São Paulo, refugiando-se no interior.
Moacir Assunção resgata os cenários do período e reconstitui a história de personagens que viveram de perto o drama do bombardeio, permitindo que a violência e a insânia contra o levante de 1924 não sejam sepultadas de vez pelo esquecimento.
Sabe quando falamos que o brasileiro não conhece a própria história? Esse livro é uma prova viva disso. Fala de um tema que grande parte da população tupiniquim nunca sequer ouviu falar. Um resgate valoroso da história paulista e da história brasileira. Indispensável.

No Abismo - Carol Shaben
Em outubro de 1984, um avião da Wapiti Airlines bateu contra as árvores e a neve de um canto remoto do gelado e pouquíssimo povoado norte do Canadá. Da tripulação de dez pessoas, apenas quatro homens sobreviveram ao acidente aéreo: o piloto, um político, um policial e um criminoso. O policial foi o responsável pela grave infração de tirar as algemas do criminoso sob sua custódia antes da decolagem. Tal escolha se mostrou decisiva, uma vez que o criminoso foi quem conseguiu deixar a aeronave com menos ferimentos, e pôde ajudar os demais a se salvarem e se organizarem para enfrentar a madrugada que sucedeu aos acontecimentos, antes de serem resgatados.
A autora, Carol Shaben, é filha do político que estava entre os sobreviventes, e fez sobre esta incrível história um uma inesquecível narrativa.
Um livro para nos lembrar que não existe mal absoluto. Baseado em fatos reais, No Abismo é uma história onde o vilão se torna herói e onde somos obrigados a repensar a forma como entendemos outros seres humanos.

Ler é Mais

Lorem ipsun