ADs

Obras Caem em Domínio Público em 2015.

Entre os mais consagrados temos a obra do imortal Alcides Maya que está em domínio público a partir deste ano.

Por Leonardo Neto no Publishnews


O ano de 2015 marca o 70º ano de morte de Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944). Com isso, a obra deixada pelo escritor – incluindo o best-seller O pequeno príncipe, que encerrou o ano passado em nono lugar na lista geral de mais vendidos do PublishNews, com mais de 130 mil exemplares vendidos – entrou em domínio público. Vale ressaltar, no entanto, que as traduções para o português permanecem protegidas pelas leis de direitos autorais. Mas ele não é o único. O poeta, pintor e escritor francês Max Jacob (1876-1944); o Nobel de Literatura Romain Rolland (1866-1944); o poeta húngaro judeu sobrevivente do Holocausto Miklós Radnóti (1909-1944) completam a lista. Pelo que apurou o PublishNews, há um único brasileiro na lista de autores cujas obras entraram em domínio público em 2015. É o jornalista, escritor, político e acadêmico da Academia Brasileira de Letras Alcides Maya (1878-1944). Nascido no Rio Grande do Sul, Maya foi autor do romance Ruínas vivas e dos livros de contos Tapera e Alma bárbara. Para além da literatura, artistas plásticos importantes como Edvard Munch (1863-1944), Piet Mondrian (1872-1944) e Wassily Kandinsky (1866-1944) também têm suas obras em domínio público a partir de 2015. Nem bem começou 2015 e já tem editores ansiosos pela chegada de 2016. É que no ano que vem, as obras de Mario de Andrade (1893-1945) e de Anne Frank (1929-1945) entram em domínio público.

Ler é Mais

Lorem ipsun