ADs

Nemo Lança Volume Final da HQ Peter Pan para Leitores Adultos

A extraordinária releitura da aventura do menino que não quer crescer, produzida para o universo adulto pelo quadrinista francês Régis Loisel, é concluída no terceiro volume da série Peter Pan, que chega ao Brasil pela Editora Nemo. Após assumir a chefia dos garotos perdidos e dos seres imaginários da Terra da Nunca, o autobatizado Peter Pan vive alguns de seus maiores desafios.
Dividido em dois capítulos, “Gancho” e “Destinos”, o foco principal deste volume final é o tema da perda da “figura materna”, seja por um retrato que Peter carrega consigo e compartilha com os outros garotos, seja pela morte de uma das personagens. A sombra da figura materna, que ronda o Peter Pan desde o começo da série, intensifica-se quando o menino e seus amigos se vêm sozinhos e sem referências.
Um ponto de destaque neste volume de encerramento é a forma como Régis Loisel entrelaça a narrativa de Peter Pan com fatos relativos à história de Jack, o Estripador, outro nome marcante no imaginário europeu de fins do século XIX, embora por motivos bastante terríveis.

Esta versão de Peter Pan em quadrinhos se encerra sem perder o folego, mantendo a fantasia e a surpresa, dando ênfase a questões mais importantes e significativas para a definição da figura do Peter Pan que conhecemos hoje. Perguntas como: “por que ele é assim?” “por que ele não quer crescer?” “como ele foi parar na Terra do Nunca?” são respondidas pelo autor, que não deixa pontas soltas, embora nos deixa um final em aberto.
Régis Loisel presenteia os fãs de boas HQs e do personagem Peter Pan com uma obra consistente, ousada, surpreendente e profundamente humana, sobre imaginação e realidade, desilusões e esperança.
Sobre o autor – A trajetória quadrinística de Régis Loisel começa ao se mudar para Paris em 1972, quando ele conhece autores de quadrinhos da cidade. Em 1983, lançou A Busca do Pássaro do Tempo, com roteiro de Le Tendre, série que é hoje considerada uma referência para o gênero “fantasia heroica”. Em 1989, ele se solta de suas restrições técnicas e começa a produzir ilustrações eróticas. Seus desenhos irradiam uma energia de tirar o fôlego, uma incrível sensualidade.


Quadrinhos perderam o folego que tinham antigamente durante os anos noventa e começo do milênio mas essas obras de arte que misturam verdadeiros trabalhos artísticos e excelentes histórias estão voltando e, se obras como essa de Régis Loisel continuarem a ser publicadas a tendencia é que o público volte a se divertir com HQs. Eu mesmo fui conquistado pela Trilogia Peter Pan editada no Brasil pela nemo e já estou namorando outros títulos da editora, mas se quiser começar a se aventurar nessa arte, já pode começar por Peter Pan mesmo que tem a história completinha lançada, garanto que não vai se arrepender.

Clique aqui para ler uma pequena amostra deste último volume. 

Ler é Mais

Lorem ipsun