ADs

Resenha (17) - O Pequeno Príncipe


O Pequeno Príncipe

Sinopse:
       Por meio de uma narrativa poética, o livro busca apresentar uma visão diferente de mundo, levando o leitor a mergulhar no próprio inconsciente, reencontrando sua criança. (Livraria Cultura).
       Pode parecer desnecessário para alguns comentar sobre este livro, mas acreditem amigos leitores quando digo que muita gente não leu ou nem sequer ouviu falar desse clássico da literatura mundial. A sinopse publicada pela livraria cultura é vergonhosa e nem de longe faz jus ao sucesso deste livro, muito menos as mensagens e lições que são encontradas em suas pouco mais de 90 páginas.
       Traduzido para mais de 160 línguas, este livro é o terceiro que mais teve penetração no mercado literário mundial, perdendo somente para a Bíblia e O Peregrino. Para uma história que narra a visita de um príncipe alienígena a terra é um feito grandioso e impressionante.
********************************************************************************* 
        Muitos pensam que é uma historinha para crianças, um conto infantil. Apesar de acreditar se importante que todas as crianças leiam, pois traz lições de vida que mesmo que não compreendidas na hora, ajudaram a formar indivíduos de grande caráter, a historinha do pequeno príncipe é mais indicada para adultos. As reflexões geradas através de ‘indiretas’ muito bem colocadas sobre nosso comportamento moderno faz com que nos lembremos de das coisas importantes que nos tornam seres humanos, daquilo que realmente importa a nós como indivíduos e as coisas que nos tornam felizes. Em um mundo onde o exagero é a regra, somos transportados a pensamentos que nos mostram que a verdadeira felicidade está nas coisas simples e principalmente no amor, seja o que for que essa pequenina palavra signifique para você.

         Na história temos o narrador do livro que sofre um acidente de avião no deserto do Saara e em seu desespero encontra com um príncipe, vindo de um planeta longínquo e muito pequenino, onde vive só com seus 3 vulcões (um deles adormecido) e sua flor. Após algum tempo esses dois se tornam amigos e o pequeno príncipe começa a contar sua jornada que o levou até a terra passando por planetas tão pequenos quanto o dele e onde também habitava somente uma única pessoa, muito parecida com alguns humanos que conhecemos bem.
          A cada planeta visitado o leitor terá uma lição de vida para refletir e quando estiver próximo da hora do retorno do príncipe ao seu planeta, a mais valiosa de todas as lições será passada pelo pequenino príncipe.


Pontos positivos:
  • Para todas as idades.
  • Grande valor cultural e social.
  • Excelente para crianças.
  • Curto. Não cansa o leitor.
  • Apesar de muita reflexão, é muito simples com linguagem agradável.


Pontos negativos:
  • Não vai agradar as pessoas que não gostam de terem seus defeitos apontados ou não gostam de ler sobre algo que possa enobrecer sua alma, ou seja, não recomendado a pessoas que são incapazes de pensar e refletir sobre suas próprias vidas. Do resto, o livro não tem pontos negativos.


Trechinhos:
“Eu conheço um planeta onde há um sujeito vermelho, quase roxo. Nunca cheirou uma flor. Nunca olhou uma estrela. Nunca amou ninguém. Nunca fez outra coisa senão somas. E o dia todo repete como tu: Eu sou um homem sério!Eu sou um homem sério!, e isso o faz inchar-se de orgulho. Mas ele não é um homem; é um cogumelo..”
*********************************************************************************
“...só se vê o bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos..”
*********************************************************************************
“Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla. . .”
********************************************************************************* 

Conclusão:
Indispensável e obrigatório para qualquer amante da leitura. Não são necessários argumentos para convencê-los a ler, pois o máximo que posso dizer é que irão perder a chance de ler um excelente livro, uma linda história e de receberem uma grande lição de vida.



Autor: Antoine de Saint-Exupéry.
Livro: O Pequeno Principe (Le Petit Prince).
Editora: Agir.
Ano: 1950 (1943).

Ler é Mais

Lorem ipsun