ADs

Resenha (13) - A Maldição do Tigre

A Maldição do Tigre
Sinopse Oficial:
        Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco.
Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele.
        O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço.
        Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.


Percebem alguma coisa na história? Algo similar ou que te deixa com a sensação de que já conhece a história? Uma garota com problemas de aceitação, linda mas sua baixa alto-estima não a deixa reconhecer isso, que nunca teve experiências amorosas, que já sofreu alguma experiência traumática na vida e de repente, sem nenhum motivo, se apaixona por um cara misterioso, fantástico, de tirar o fôlego, muito mais parecido com um Deus do que com um homem e. . . .adivinhe só. . . .ele tem super poderes e é sobrenatural!!! Está ai, mais uma saga vinda da ‘crepúscolização’ da literatura infanto-juvenil. Assim como fallen, que já resenhei aqui no blog, este livro fala de uma garota que anda meio perdida no mundo, mas confortável em seu meio ambiente até que de repente é transportada a um mundo mágico e perigoso que sempre existiu bem embaixo do seu nariz. Até ai, nada demais! Mas assim como em crepúsculo e em fallen, ela se apaixona por um cara, ou melhor, ela fica doente, psicótica, enfeitiçada ou qualquer outro termo que possa descrever uma pessoa apaixonada de uma forma nada natural ou real. E na tentativa de deixar o romance menos maçante, ou ainda de deixar esse romance no mínimo interessante foi inserido logicamente um terceiro na história, transformando tudo em outro triangulo amoroso sem pé nem cabeça apenas para que as adolescentes em crise de identidade possam se identificar com a personagem principal.
Peço perdão aos fãs desta saga que devo admitir é muito mais prazerosa de ler do que as outras citadas nesta resenha, mas esse molde sempre igual já cansou. Parece até que essas escritoras receberam por e-mail um passo a passo de como escrever seu livro, algo do tipo:
- Crie uma personagem de personalidade frágil e insegura.
- Acrescente um homem perfeito e misterioso e muito poderoso e de preferência rico.
- Faça com que esse homem seja um exemplo de cavaleiro, o genro que toda sogra sonha.
- Por algum motivo ele vai se apaixonar loucamente pela personagem sem sal nem açúcar.
- Crie outro cara para deixar a personagem com dúvidas em algum momento.
- Esse segundo tem que ser tão lindo quanto e tão poderoso quanto e meio rebelde e sedutor.
- Misture tudo com uma pitada de sobrenatural e pronto! Tem um romance Best-seller.

Desculpem o desabafo, mas fiquei indignado com tudo isso principalmente porque a ambientação do livro tinha tudo para torná-lo muito bom! A história, tirando as partes do romance é bem escrita. E autora fez bastante pesquisa e trata de um lado da mitologia indiana que é interessante e fascinante. As partes de ação do livro são empolgantes e prendem o leitor. Resumindo, foi melhor escrito que seus similares e somente peca devido ao triangulo amoroso mau feito e mau evoluído.

Na pior das hipóteses, se não gostar muito do lenga lenga dos personagens, pode ao menos se divertir apostando em um deles. Duvido que a autora quebre a regra e mude o final escolhendo alguém diferente do óbvio para ficar com a heroína, mas eu particularmente torço pelo tigre negro!!!


Pontos positivos:
  • Inova ao ambientar a história na mitologia indiana.
  • História bem escrita, e tem momentos empolgantes.
  • Já tem três livros publicados da saga e o quarto previsto para esse ano.
  • Aprofunda bastante na mitologia ensinando ao mesmo tempo em que entretém.


Pontos negativos:
  • Peca em apostar na fórmula de romance adolescente inexplicável.
  • Tem partes do livro que dá vontade de pular.



Conclusão:

Se tivesse que escolher entre crepúsculo, fallen ou esta saga para indiciar a alguém, com certeza indicaria a maldição do tigre. Apesar das criticas que fiz, a história é bem escrita, com bastante pesquisa e emocionante. Infelizmente o romance inserido acaba por diminuir o brilho da obra, mas se não se importa ou até mesmo gosta deste tipo de escrita, vale sim a leitura e dá para se divertir com a história.


Autora: Collen Houck
Livro: A Maldição do Tigre (Tiger's Curse)
Editora: Arqueiro (Sterling)
Ano: 2011 (2011)

Ler é Mais

Lorem ipsun