ADs

Resenha (10) - Trilogia Millenium

Trilogia Millenium
        Obra póstuma de Stieg Larsson, jornalista e escritos sueco, a trilogia Millennium foi um sucesso estrondoso no final da última década graças principalmente a sua originalidade na construção dos livros.

        Um fato interessante, é que Larsson baseou a história dos livros em um fato de sua juventude, quando testemunhou o estupro coletivo de uma jovem de 15 anos, homônima a principal personagem e heroína do livro. É perceptível o quanto este fato marcou o autor, pois o tema violência sexual está presente nos três volumes da série.

        Os livros narram a história de um empresário e patriarca da família vanger – Henrik Vanger -  que busca encontrar sua sobrinha desaparecida a mais de 40 anos – Harriet Vanger. É devido a esta busca que os dois principais personagens do livro se encontram. Lisbeth Salander trabalha para uma agencia de investigação particular que é contratada por Vander para analisar uma série de pessoas que poderiam ser aptas a investigar o sumiço de sua sobrinha e o estranho fato de receber todo ano uma moldura muito similar a que ganhava todos os anos de Harriet. A pessoa escolhida é Michael Blomkvist, jornalista e sócio de uma revista de pequeno porte, recém condenado por difamação devido a uma reportagem escrita por ele e publicada em sua revista, sobre um grande e poderoso empresário.

        Podemos ver que o mistério por si só já é original, mas durante a história nos deparamos com vários outros mistérios, muitos deles ligados a Lisbeth. Uma mulher jovem, mas com um perfil que poderia ser chamado de rebelde, fechada em seu próprio mundo e com diversos problemas psicológicos. Sua genialidade na investigação se deve ao seu grande conhecimento de informática, algo que será usado durante os três livros, e que nos apresenta uma trama muito atual para os dias de hoje.

Pontos positivos.
  • A livro é envolvente, impossível parar de ler.
  • A história tem uma trama empolgante e original.
  • Os personagens são fortes e humanizados.
  • Os livros têm preços acessíveis.
  • Trata de problemas reais da sociedade.
  • Há filmes lançados sobre a trilogia.


Pontos negativos:
  • O final de Lisbet poderia ser diferente.



Conclusão:
Um dos melhores romances policiais que já li e o primeiro livro do gênero que eu recomendo a quem pede sugestões de livros bons. É uma pena que o autor já faleceu e nos privou de outras obras tão fantásticas como esta. A trilogia Millenium tem de estar no mesmo grupinho seleto de livros preferidos que guardamos na área de destaque em nossa estante. Não deixem de ler!!!



Autor: Stieg Larsson
Livros: Män som hatar kvinnor (Os Homens que não amavam as mulheres), Flickan som lekte med elden (A menina que bincava com fogo) e Luftslottet som sprängdes (A rainha do castelo de ar).
Editora: Norstedts
Ano: 2005(2008); 2006 (2009) e 2007 (2009).

Ler é Mais

Lorem ipsun